PRÉ-OPERATÓRIO

O pré-operatório começou no sábado, pois a cirurgia estava marcada pra segunda-feira às 17:00h.
No sábado comi comidas leves, como peixe, arroz e frutas. Nada que demorasse muito no estômago para ser digerido como carnes, feijão, gorduras e etc...
Pela manhã, fui com meu esposo comprar as camisolas que deixei para última hora, pois tem que ser com botões na frente para facilitar o vestir e despir e não exigir nenhum esforço, pois você ficará debilitado nos primeiros dias.
Acordei no domingo animada, mas ele demorou muito pra passar e a fome chegou...
O dia anterior a cirurgia é restritivo; apenas líquidos não gordurosos são permitidos, como sucos,
 chá e água de coco.
O leite desnatado também é permitido, mas o iogurte não, então tomei um leitinho para dormir.
Quando sentia o cheiro da comida e via meu esposo e  filho comerem, a ansiedade chegava sem dó nem piedade. Aff!!!
Me senti um pouco tonta e evitei sair de casa, uma vez que a diabetes podia me fazer passar mal com a hipoglicemia e medi 4x ao dia para vê se não estava baixando muito. Mas Deus estava no controle. A glicemia não desregulou.
Na segunda-feira - o tão esperado dia, acordei confiante e determinada. Já tinha chegado até aqui e não ia desistir. Tomei metade da dose da insulina pois estava sem me alimentar, como fiquei em dúvida se tomava ou não, liguei para Dr. Arnaldo e ele me orientou que tomasse a metade da dose diária.
Arrumei a bolsa do hospital com a ajuda do meu maridão. Tomei um bom banho e me arrumei.
Eram 11:20 quando sairmos de casa pois eu deveria me internar às 12 horas.
Meu filho faltou a escola pois fez questão de estar conosco.
No caminho, dentro do carro, o medo me acometeu. Disse que os amava muito e chorei muito. Estava cantando um louvor que falava de milagre e era um que tanto precisava naquele momento.
Chorei orando ao Senhor, que cuidasse de mim, controlasse a glicemia e as alergias.
Eu sou muito alérgica. Me lembrei que antes de sairmos de casa, recebi três ligações de algumas amigas e irmãs em Cristo que me disseram:
-Deus está dizendo que está no controle. Isso acalmava meu coração.
Meu maridão, mesmo dirigindo, me deu a mão. Não precisava dizer mais nada... Ele estava ali como sempre.
Chegando ao hospital São Marcos, esperamos um pouco a liberação para internação, e logo subimos para o apartamento. Meu plano é empresarial e as acomodações são enfermarias, mas devido ao porte da cirurgia o apartamento é liberado sem nenhum custo adicional.
A assistente social esteve no quarto. Depois uma enfermeira que trouxe a roupa da cirurgia e me orientou a tomar banho e me vestir com aquelas lindas roupas às 15:00h.
Ás 13:30h Dr. Arnaldo abriu a porta do quarto, sempre muito simpático e gentil, pediu que eu antecipasse o banho para às 14:00h porque a cirurgia seria às 16:00h e não às 17:00h.
Achei ótimo a antecipação, esta um pouco nervosa e ansiosa. Queria que acabasse logo.
Tomei meu banho. coloquei aquela linda roupa, meu marido colocou as meias pois já entramos no bloco cirúrgico com a meia, ficamos muito tempo deitada e isso pode ocasionar trombose.
Às 15:00h o anestesista veio conversar comigo, também muito simpático, me tranquilizou sobre a cirurgia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sua visita e comentário me alegraram muito.